"A descoberta consiste em ver
o que todo mundo viu e pensar o que ninguém pensou." - A. Szent-Gyorgyi


codigo aqui

15/06/2013

Radiação em Marte afeta planos de missões tripuladas ao planeta


Os planos da Nasa para futuras missões tripuladas para Marte em 2030 estão em fase de avaliação das condições do planeta vermelho.

Segundo dados coletados pelo Jipe Curiosity, os níveis de radiação no planeta são um problema evidente para futuras missões tripuladas. Na Terra, por haver uma camada de ozônio que filtra 95% dos raios ultravioleta emitidos pelo Sol e um poderoso campo magnético, a radiação não nos afeta.

Artigos relacionados:
Porém, tais proteções naturais são uma exclusividade do nosso lar planetário. Em Marte por exemplo, os índices de radiação são elevados o suficiente para oferecem riscos à saúde humana.

Astronautas que caminhassem em Marte em 2030 sem a devida proteção, receberiam em radiação o que equivale a passar por uma tomografia de corpo inteiro por semana, ao longo de um ano.

Animação completa do lançamento, pouso e início da missão da Curiosity - Confira:


Com empresas privadas investindo cada vez mais em tecnologias espaciais, o problema pode e deve ser solucionado no tempo previsto para o lançamento das primeiras missões tripuladas.

Há quem diga que em 2018 já seja possível enviar humanos para um voo orbital em Marte, como é o caso do projeto Inspiration Mars, financiado pelo magnata americano Dennis Tito.