"A descoberta consiste em ver
o que todo mundo viu e pensar o que ninguém pensou." - A. Szent-Gyorgyi


codigo aqui

13/04/2013

Nasa não vai mais liderar missões tripuladas à Lua, afirma diretor

Pioneira em desenvolvimento de tecnologias espaciais, a Nasa (agência espacial norte-americana) foi fundada em julho de 1958. Com mais de 15 programas espaciais e décadas de missões tripuladas e não tripuladas ao espaço, conseguiu com o Programa Apollo pousar uma sonda tripulada em solo lunar em julho de 1969.

O Programa Apollo custou aos cofres norte-americanos US$ 150 bilhões (R$ 311 bilhões) e desembarcou 12 astronautas no satélite natural da Terra em cinco missões, a última em dezembro de 1972.

O investimento astronômico prezava por um foguete capaz de percorrer os 384 mil quilômetros que separam o nosso planeta do satélite, o que só foi possível com o desenvolvimento do Saturno V [clique aqui].

Artigos relacionados:
Em declarações oficiais, Charles Bolden - Diretor de Agência - afirmou que o foco da Nasa está em missões tripuladas à Marte. Ainda segundo o Diretor, os Estados Unidos não terão participação em futuras missões tripuladas à Lua nos próximos anos.

"A Nasa não vai para a Lua com um humano como principal projeto enquanto eu viver, provavelmente. E o motivo é que só podemos fazer um determinado número de coisas" garantiu em entrevista.

Diferente de 1958 - quando a Nasa foi fundada - hoje iniciativas privadas já embarcam na Estação Espacial Internacional. Empresas já enxergam no espaço um investimento em potencial com ótimos retornos financeiros.