"A descoberta consiste em ver
o que todo mundo viu e pensar o que ninguém pensou." - A. Szent-Gyorgyi


codigo aqui

11/02/2013

Mineração espacial: Explorando recursos no espaço

Com 7 bilhões de habitantes, a Terra fornece pouca matéria prima, se comparada com asteroides e meteoros. Tornando a ficção científica realidade, em abril de 2012 o presidente da Google, Larry Page, e o cineasta James Cameron fundaram a Planetary Resources, a primeira empresa do mundo focada em mineração espacial.
Em janeiro de 2013 a segunda empresa com o mesmo plano de negócio foi fundada nos Estados Unidos, a Deep Space Industries. Em ambos os casos, a missão é localizar, explorar e coletar os recursos do vasto número de asteroides presentes no Sistema Solar.

Artigos relacionados:
Avaliando o potencial do projeto, fica fácil de entender o investimento bilionário. A intenção é obter metais e minerais que possam auxiliar na construção de novas habitações espaciais, assim como a Estação Espacial Internacional.

Um único asteroide rico em água poderia abastecer todos os foguetes já lançados pelo homem, o que reduziria de forma significativa os custos de lançamento de foguetes. Metais raros e em abundância também são facilmente encontrados fora do planeta.

Apresentação do projeto em detalhes no Youtube - Confira: