"A descoberta consiste em ver
o que todo mundo viu e pensar o que ninguém pensou." - A. Szent-Gyorgyi


codigo aqui

07/07/2012

Ets - Entendendo o surgimento de vida extraterrestre no universo

Saber como as primeiras formas de vida surgiram em nosso planeta é fundamental para a busca por vida extraterrestre. Conhecer os processos químicos que resultaram no surgimento das primeiras moléculas orgânicas na Terra nos mostra onde e como procurar por sinais de vida.

Enquanto alguns buscam por sinais extraterrestres por meio de potentes rádio-telescópios, enviando centenas de sinais para o espaço aberto; ou sondas espaciais que há décadas estão rumo ao desconhecido com a nossa localização no universo, outros buscam explicações em nosso lar planetário.

Artigos relacionados:
Em 1953, Stanley Miller e Harold Urey simularam as condições da Terra primitiva em um sistema fechado, a fim de obter respostas sobre o surgimento das primeiras moléculas orgânicas em nosso planeta. Com o experimento a dupla de cientistas constatou o surgimento de aminoácidos - blocos construtores das proteínas, elementos essenciais à vida. 

Artigo - Experiência de Miller e Urey

As mesmas reações testadas por Miller e Urey não acontecem apenas na Terra. Os elementos usados pela dupla - hidrogênio, amônia, metano e água - são abundantes no universo, encontrados também em muitos planetas do Sistema Solar.

Com o avanço tecnológico, e os vários planetas habitáveis já encontrados, a hipótese enfim não é tão absurda. A vida no universo pode ser tão abundante quanto possamos imaginar.

Mesmo em um universo repleto de formas de vida, talvez até culturas avançadas, o contato entre civilizações é extremamente difícil, já que as distâncias são imensuráveis.