"A descoberta consiste em ver
o que todo mundo viu e pensar o que ninguém pensou." - A. Szent-Gyorgyi


codigo aqui

18/10/2011

Levitação - O futuro do transporte sem rodas começou

Cientistas da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, criaram o que parece ser o princípio de uma nova forma de transporte que não necessita de rodas. A principio, a ideia foi testada em uma fina folha de plástico de 10 centímetros.

O protótipo é alimentado por fios, movido por ondulações de alta frequência em sua superfície. Essas ondulações "aprisionam" o ar embaixo do folha, carregando "bolsas de ar" da parte da frente para a parte traseira da folha, promovendo a sustentação do material.

Se o conceito puder ser ampliado, veículos que utilizam grandes hélices - como o aerodeslizador - poderão ser motorizados, os tornando mais leves sem o uso dos tradicionais rolamentos e hélices.

"Nós usamos atuadores piezoelétricos e sensores para demonstrar a força propulsora produzida por ondas controláveis viajando em uma folha fina de plástico suspensa no ar acima de uma superfície plana," escrevem os pesquisadores.

Agora os pesquisadores trabalham em uma versão alimentada por energia solar, o que faria ser possível observar a fina folha em levitação sem o uso de fios.

"A força aerodinâmica propulsora que nós demonstramos é teoricamente suficiente para fazer a folha 'voar', desde que ela seja liberada das suas amarras," afirmam...

A levitação em si pode também ser observada em experimentos com supercondutores e do efeito "Quantum Trapping", como no vídeo - Confira:

O efeito que permite a levitação de objetos, conhecido como supercondutividade, é colocado em prática em trens de levitação magnética, conhecidos como Maglev. A tecnologia consiste na falta de contato entre o veículo e a linha.