"A descoberta consiste em ver
o que todo mundo viu e pensar o que ninguém pensou." - A. Szent-Gyorgyi


codigo aqui

29/12/2009

Novos estudos sobre a existência de vida na Lua

Cientistas Indianos Detectam Sinais de Vida na Lua


Os cientistas da Organização de Pesquisa Espacial da Índia (ISRO) estão à beira de uma descoberta impressionante. Eles encontraram sinais de alguma forma de vida na Lua.

Eles têm essa crença pelo fato dos instrumentos científicos a bordo do primeiro satélite indiano lunar Chandrayaan-1 terem detectado assinaturas químicas provenientes de material orgânico em partes da superfície da Lua. Material orgânico é composto por compostos orgânicos que tem o carbono o seu principal representante, além de ser o carbono um dos pilares para a existência da vida. O achado de material orgânico pode indicar a formação de uma vida ou a extinção de uma vida.

Pal disse que as assinaturas foram recebidas em Bylalu uma estação de trabalho próxima a Bangalore, a partir do espectrômetro de massa a bordo da sonda indiana, que impactou com a Lua em 14 de novembro de 2008. A recuperação dos dados se deu momentos antes do impacto da sonda com o pólo sul lunar. Pal, contudo, não elaborou muito o anuncio, concluindo que “os achados precisam ser analisados e validados tanto pelos cientistas do ISRO como por outros cientistas”. “Ainda é muito cedo para tirarmos conclusões”, disse o diretor do ISRO R. Sridharan, porém ele não negou a descoberta.

Os pesquisadores do Chandrayaan-1 estão analisando a fonte da origem da matéria orgânica da Lua. “Poderiam ser cometas, ou meteoros responsáveis por depositar essa matéria na superfície da Lua; ou o instrumento que pousou na Lua poderia ter deixado esses traços também”, disse um cientista espacial. “Mas a presença de grandes camadas de gelo na região polar da Lua e a descoberta de moléculas de água, mostram que pode haver a possibilidade de existir matéria orgânica na Lua”, disse ele.

Fontes: Universe Today e Cienctec