"A descoberta consiste em ver
o que todo mundo viu e pensar o que ninguém pensou." - A. Szent-Gyorgyi


14/01/2014

Vapor de água aumenta chances de vida na lua Europa de Júpiter

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar. Tanto em tamanho quanto em massa. O quinto planeta do nosso sistema planetário é orbitado por 64 luas, uma delas, a Lua Europa, se mostrou promissora para busca por formas de vida.

Astrônomos consideram a tese de que organismos podem sobreviver nos oceanos congelados no astro. No entanto, acredita-se que seria necessário perfurar a camada de gelo que cobre a Lua para que algum sinal de vida fosse encontrado. O maior problema é que em alguns pontos o gelo pode chegar a 100 km de espessura.

O assunto já foi tema de filme. Em "Viagem à Lua de Júpiter" um grupo de astronautas viaja em uma missão especial até Europa. A missão é coletar dados sobre a lua e averiguar a possibilidade de vida, provavelmente microscópica.

Artigos relacionados:

Ainda que missões à Lua sejam apenas ficção científica, em 2013, análises do telescópio espacial Hubble captaram um grande acúmulo de vapor de água nas proximidades do polo sul de Europa. A descoberta indica excesso de oxigênio e hidrogênio no polo sul da Lua.

A ESA (Agência Espacial Europeia) está construindo a sonda espacial JUICE, que deverá ser lançada em 2022, para estudar as luas de Júpiter apenas em suas órbitas.